Falando Sobre Sutiã

Muitas de nós meninas estamos provavelmente vestindo um sutiã de tamanho errado, por isso muitas vezes você vai ter comichão ou mesmo sentir dor nos ombros, peito e por baixo das axilas.

Em um sutiã com tamanho correto os seios ficam confortavelmente encaixados nas copas do sutiã e a faixa nas costas se mantém reta sem ficar repuxada para cima. Esta dica também é perfeita para quem possui sutiã de bojo, mas por ter seios pequenos nota-se que eles ficam meio frouxos com um vão entre sutiã e seio.

Se a alça do sutiã está machucando, então compre sutiãs com alças mais largas mais confortáveis. Sutiã que tem formato V” nas costas oferece um efeito de seios mais empinados pois suspendem as mamas quando as alças são forçadas para trás.

Existem diversas maneiras de vestir um sutiã algumas mulheres vestem com as copas para trás e fecho para frente para facilitar a colocação enquanto outras preferem fechar a peça nas costas mesmo.

sutiã formato v
Sutiã formato V

Meninas ai vai uma dica eu odeio sair sem sutiã, a não ser que a roupa seja bem colada, caso contrário não consigo mesmo por isso a algum tempo uso muito um sutiã aderente que cola nos seios (da uma leve sustentada) e não marca nada na roupa.

Não é muita coisa meninas mas espero que com esse pouquinho eu tenha ajudado vocês com seus sutiãs.

Um grande beijo!!!

 

 

Calcinhas a escolha perfeita

Calcinhas a escolha perfeita

Escolher a calcinha que mais se adequa ao seu corpo parece tarefa fácil, não é? Com tantas opções e modelos lindíssimos, fica cada dia mais difícil uma só. Por isso vou explicar os modelos disponíveis no mercado atualmente e o quanto eles podem te favorecer.
Calcinha é uma peça fundamental no vestuário de uma mulher e pode influenciar no caimento da sua roupa, no seu conforto diário e para isso existem modelos para cada tipo de bumbum. Vamos abordar os modelos principais aqui nesse post.
A calcinha clássica é a mais usada e mais popular, não é meninas? Nada como uma calcinha básica no dia a dia para a gente se sentir confortável e segura. Esse tipo de calcinha possui as laterais um pouco mais largas, a cobertura média a grande e a cintura não é nem muito baixa, nem alta, o que leva o conforto e mulheres com mais bumbum e culote.

Calcinha Básica

A Tanga possui uma lateral mais fina, a cobertura na parte de trás é menor que a clássica, valoriza o bumbum bastante. Esse tipo é recomendado para quem tem pouco bumbum e um quadril estreito.

Calcinha Tanga

O shortinho é tudo de bom se falando em conforto. Com cintura alta, laterais largas e cobertura ampla, esse tipo de calcinha favorece as meninas com um bumbum maior. As meninas mais baixas devem tomar cuidado com esse modelo, pois ele dá a impressão de achatamento.

Calcinha Shortinho

O tipo boneca é uma fofura. Com laterais mais largas e cobertura maior na parte de trás, essa calcinha é excelente para quadris menores e muito bom para disfarçar uma barriguinha que estiver sobrando.

Calcinha Boneca

A fio dental é realmente para quem gosta pois é uma calcinha menor que as outras e com pouca cobertura atrás. Muito sexy e bom para usar com roupas justas, esse modelo é ótimo para quem tem o quadril mais estreita, pois o valoriza ainda mais.

Calcinha fio dental

A hotpants é um sucesso também e meninas plus size adoram. Com laterais largas, cintura alta e cobertura ampla, ela é perfeita para segurar aquela barriguinha a mais. A lingerie plus size que antes era difícil de se achar, hoje está bem mais fácil e acessível .

Calcinha Hotpants

Você pode comprar as calcinhas em lojas físicas e lojas online. Se você é como eu que ama lingeries lindas, dê uma pesquisada nas lojas online e veja quantas peças lindas você pode encontrar sem sair de casa.
Não importa se você usa uma clássica, fio dental ou shortinho, o que mais importa é que essa peça essencial no nosso dia a dia pode ser charmosa e sexy e ao mesmo tempo confortável. O mais importante e que nunca devemos esquecer é que forro deve ser de algodão. Use e abuse dos modelos disponíveis e me diga: Qual o modelo que você mais gosta de usar?

Falando um Pouco Da História Da Lingerie

Olá meninas!

Muitas vezes falamos sobre a história da maquiagem, cabelo e moda: no entanto, não devemos esquecer a importância do que você tem sob sua roupa, calcinha, sutiã, Lingerie no geral, embora tenha uma história relativamente recente, de fato tem um papel fundamental na vida das mulheres.

Passando por espartilhos apertados até o ponto que chegamos para calcinha fio dental, é o resultado de estratégias históricas e sociais.

A saia crinolina estreou na história da lingerie no início de ‘700 na França, foi imediatamente visto, da ala mais conservadora da população, como um meio para exibir sua vaidade e consequentemente a sua sexualidade.

Conhecido também como underskirt, assim chamado porque derivado de crinolono, um tecido feito com as crinas dos cavalos, foi apoiada por uma aparência semelhante a uma estrutura de gaiola, cujo objetivo era impedir a saia e corpo de serem tocados: uma questão de moda? Talvez, mas também prático, uma vez que a propagação da crinolina nasceu especialmente para esconder a gravidez indesejada.

Por causa de sua força e tamanho, no entanto, as saias de crinolina logo se tornou problemática, não só para as mulheres que as usam, mas também para o resto da sociedade! Atividades como ir em meios de transporte, como trens ou carros, ou apenas ficar em lugares lotados ou sem muito espaço disponível, essas saias atrapalhavam mesmo.

Este descontentamento levou no próximo século, até mesmo para a propagação na Inglaterra, o panfleto condenando as saias de crinolina, apresentando-as como perturbadoras da paz!

Na segunda metade de ‘800, em vez das mulheres começarem a preferir se sentir mais confortável de certa forma sensual: este fato, que tinham se livrado da gaiola, muitas vezes tinham o preenchimento na parte de trás, e foram acompanhados pelo uso de espartilhos .

A principal função do espartilho era simplificar a vida e, para atingir esse efeito, às vezes era apertado e estreito, de tal forma que causava desmaios ou no pior dos casos, costelas quebradas!

O espartilho, em pouco tempo tornou-se mais e mais sensual e a principio era vendido só em preto e branco, não só começaram a ser vendidos em diferentes cores, mas também para adaptar a forma clássica “S”, ideal para dar a silhueta de uma ampulheta.

Outra mudança fundamental na história da lingerie, foi ditada pela menina do flapper dos anos 20 , meninas emancipadas na segunda década do século XX, elas começaram a usar sobre os vestidos lingerie sedutora.

Bom meninas por hoje é só, para não ficar muito grande vou separar o post em algumas partes.

Beijos Martinha

Oi meninas!!!

Meu nome é Marta Mielle tenho 39 anos, sou formada administração de empresas.  Entre os meus robbies estão andar de bicicleta, viajar e moda.

A moda está na minha vida desde muito pequena.  Quando era garotinha, dizia minha mãe que eu fazia questão de escolher meus próprios modelitos, além de sempre combinar com os sapatos dela. Eu tentava mas claro que ela não deixava.

A paixão por lingeries surgiu na minha adolescência e foi aumentando na idade adulta. Naquela época não tínhamos opções como hoje e mesmo assim eu me lembro de sempre procurar calcinhas diferentes e sutiãs lindos. Hoje em dia eu fico louca em uma loja especializada de tantas opções.

Nesse blog traremos muitas dicas de lingeries, de todos os tipos para você conhecer o que há de melhor no mercado. Falaremos de viagem também já que amo viajar. Adivinha para onde eu amo ir? Aposto que você acertou. Paris e Nova York. Ambas as cidades respiram moda e tem suas diferenças gritantes nas lingeries se comparadas com a nossa.

Andar de bicicleta em um sábado a tarde também enche minha mente de tranquilidade e paz interior. Quem curte? Eu adoro e vou trazer dicas de lugares bacanas em São Paulo para dar uma voltinha  e espairecer um pouco.

Acompanhe nosso blog pois muitos assuntos serão abordados e aposto que você vai curtir demais.